Cidade flutuante será construída nas Maldivas para encarar subida do nível do mar | Land Portal

Cidade flutuante planejada pela empresa holandesa Dutch Docklands (Foto: Divulgação)

Empresa holandesa de arquitetura planeja um espaço de 200 hectares que usará energia verde para funcionar


Uma cidade flutuante para encarar a subida nos níveis do mar. Essa foi a solução encontrada por uma empresa holandesa de arquitetura e urbanismo para ajudar as Maldivas a encarar um problema ambiental.
 

Considerada uma das nações mais baixas do planeta Terra, as Maldivas, conjunto de atóis do Oceano Índico, correm sérios riscos de se tornarem inabitáveis com as mudanças climáticas.

Sabendo disso, a empresa holandesa Dutch Docklands, que tem experiência em lidar com ambientes úmidos, foi chamada pelo governo das Maldivas para pensar em uma solução.

Da conversa, surgiu o - ousado - plano de criar uma cidade flutuante de 200 hectares, localizada a 10 minutos da capital Malé. A ideia é construir o espaço entre ilhas maiores, que servirão para quebrar as ondas. Em nota, a companhia afirmou que as Maldivas estão posicionadas para repensar como a humanidade sobreviverá "e prosperará frente à elevação dos mares e da erosão costeira".

O plano também conta com a construção de corais artificiais ao redor dos bairros, de forma que a vida marinha seja atraída e as chances de tempestades diminuam de forma natural. "Nossa adaptação às mudanças climáticas mostram que não devemos destruir a natureza, mas trabalhar com ela", disse o ex-presidente das Maldivas Mohamed Nasheed.

A ideia é que o projeto conte com módulos habitacionais interligados por canais e pontes flexíveis, enquanto docas permitirão a criação de estacionamentos e acesso a lojas. O objetivo é que o projeto comece a ser construído no ano que vem, com duração de pelo menos cinco anos de obras.

Na cidade, também há o objetivo de construir uma escola, um hospital e uma rede de energia renovável para abastecer toda a cidade.

 Copyright © Fuente (mencionado anteriormente). Todos los derechos reservados. El Land Portal distribuye materiales sin el permiso del propietario de los derechos de autor basado en la doctrina del "uso justo" de los derechos de autor, lo que significa que publicamos artículos de noticias con fines informativos y no comerciales. Si usted es el propietario del artículo o informe y desea que se elimine, contáctenos a hello@landportal.info y eliminaremos la publicación de inmediato.



Varias noticias relacionadas con la gobernanza de la tierra se publican en el Land Portal cada día por los usuarios del Land Portal, de diversas fuentes, como organizaciones de noticias y otras instituciones e individuos, que representan una diversidad de posiciones en cada tema. El derecho de autor reside en la fuente del artículo; La Fundación Land Portal no tiene el derecho legal de editar o corregir el artículo, y la Fundación tampoco espalda sus contenidos. Para hacer correcciones o pedir permiso para volver a publicar u otro uso autorizado de este material, por favor comuníquese con el propietario de los derechos de autor.

Comparta esta página