Zheng Anting quer grupo de acompanhamento para a Lei de Terras | Land Portal

Fonte e foto: ponto final.

Autor: J.S.F.

24 de Novembro de 2016

O deputado Zheng Anting sugeriu ontem a criação de um grupo para acompanhar a Lei de Terras, cuja aplicação impede que a concessão dos terrenos que não foram aproveitados dentro do prazo legal seja renovada, como acontece no caso do Pearl Horizon.

“Sam Hoi Fan [Presidente do TUI] disse que por causa da Lei de Terras houve um aumento de 8 por cento nos processos nos tribunais. O deputado Gabriel Tong apresentou à Assembleia Legislativa uma proposta de interpretação da Lei, mas ainda não há qualquer decisão. Por parte do Governo, a decisão também está pendente dos tribunais”, começou por dizer Zheng Anting.

“Temos de pedir à secretária para reforçar a eficiência administrativa. Há que criar um grupo para acompanhar a Lei de Terras, com a presença da deputada Kwan Tsui Hang, que foi a presidente da comissão que discutiu a lei na especialidade, assim como outros membros da comissão como Leonel Alves. Mais de três mil lesados aguardam a decisão da senhora secretária, que diz que tem de aguardar pela decisão judicial. Como é que Macau pode continuar a desenvolver-se?”,questionou.

O tema foi igualmente abordado pelo deputado Leonel Alves, que é o advogado da Polytex, empresa responsável pela construção do Pearl Horizon: “Há uma lei que afecta toda a população e a nossa economia que é a Lei de Terras. Esta lei devia estar incluída neste elenco de diplomas que serão e deverão ser objecto de esclarecimento. Este esclarecimento é urgente. É uma lei complexa que poucos compreendem, inclusive alguns que a votaram”, frisou.

Sónia Chan rejeitou abrir a porta a qualquer revisão da lei, dizendo que não há um consenso na sociedade sobre esse assunto: “A Lei de Terras não foi promulgada há muito tempo. Na altura, o Governo apresentou uma proposta que foi aprovada pela Assembleia Legislativa. O Governo actual, quando se depara com estas situações, só pode seguir o que está definido na lei. Quanto à revisão da lei, não há ainda consenso na sociedade. Sem consenso não vamos fazer qualquer revisão da lei”, justificou.

A secretária defendeu-se ainda dizendo que os processos nos tribunais foram iniciados pelos interessados e que como tal a responsabilidade pelo aumento dos casos não é do Governo.

 

J.S.F.



 

 Copyright © Fuente (mencionado anteriormente). Todos los derechos reservados. El Land Portal distribuye materiales sin el permiso del propietario de los derechos de autor basado en la doctrina del "uso justo" de los derechos de autor, lo que significa que publicamos artículos de noticias con fines informativos y no comerciales. Si usted es el propietario del artículo o informe y desea que se elimine, contáctenos a hello@landportal.info y eliminaremos la publicación de inmediato.



Varias noticias relacionadas con la gobernanza de la tierra se publican en el Land Portal cada día por los usuarios del Land Portal, de diversas fuentes, como organizaciones de noticias y otras instituciones e individuos, que representan una diversidad de posiciones en cada tema. El derecho de autor reside en la fuente del artículo; La Fundación Land Portal no tiene el derecho legal de editar o corregir el artículo, y la Fundación tampoco espalda sus contenidos. Para hacer correcciones o pedir permiso para volver a publicar u otro uso autorizado de este material, por favor comuníquese con el propietario de los derechos de autor.

Comparta esta página