Alunos da Escola Agrícola Dom Bosco de Fuiloro empenhados no programa de formação profissional | Land Portal

O terceiro ano de estudos na Escola Agrícola “Dom Bosco”, de Fuiloro, no nordeste de Timor-Leste, inclui sempre um período de formação para o trabalho em/no campo. A atividade anual consta no currículo escolar, é promovida pelo Ministério da Educação e conta com o apoio do Ministério da Agricultura. Este é o momento em que os alunos colocam em prática o que aprenderam, e recebem desenvolvimento humano e profissional para lidar com os desafios práticos do trabalho diário. Este ano, os alunos do terceiro ano farão o programa durante os meses de fevereiro, março e abril, nos municípios de Díli, Baucau e Lautem.

O programa abrange os setores de agricultura, medicina veterinária, pesca. Em colaboração com agências internacionais, nacionais e locais, a escola envia alunos para instituições parceiras, com o objetivo de verificar a sua capacidade de aplicar o que aprenderam na escola nos dois últimos anos.

Na agricultura, os alunos são apresentados a uma combinação de agricultura tradicional-moderna, com ênfase em produção, obtenção de lucro, intensidade de insumos, consistência das culturas. Os alunos são, portanto, acompanhados na transição daprodução individual e em pequena escala para a produção em massa, graças ao uso das máquinas e da tecnologia. Ao mesmo tempo, em relação aos desafios climáticos atuais, o compromisso de produzir melhor e com mais eficiência anda de mãos dadas com a atenção ao respeito ao meio ambiente. Considerando que em algumas zonas de Timor-Leste o solo não é produtivo, os alunos buscam melhorar a sua fertilidade por meio da aplicação das últimas descobertas do setor e dos avanços tecnológicos, sem desrespeitar a ecologia”.

Na ciência veterinária, os alunos atuam na prevenção, controle, diagnóstico e tratamento de doenças que afetam a saúde animal e na prevenção da transmissão de doenças animais para... pessoas. Sua formação, assim como seu compromisso na prática, estende-se a tudo o que precisa ser controlado numa perspectiva de pesquisa, proteção ambiental, segurança alimentar, saúde pública.

Por fim, na área da pesca, os alunos são apresentados à piscicultura e à coleta de peixes e de outras formas de vida aquática. Também neste caso, durante o trabalho de campo, os alunos alternam entre técnicas de criação - tradicionais e modernas.

Por fim, é importante não deixar de lado a formação empresarial: durante o programa de estágios, os alunos também são acompanhados na descoberta e aprofundamento do marketing e de ideias comerciais importantes para o setor, e aprendem a recolher e apresentar os resultados do seu trabalho – tanto no campo e na água quanto com os animais. Uma formação que os ajuda tanto nos estudos como universitários como no trabalho como pequenos empresários.

Copyright © Source (mentionné ci-dessus). Tous droits réservés. Le Land Portal distribue des contenus sans la permission du propriétaire du copyright sur la base de la doctrine "usage loyal" du droit d'auteur, ce qui signifie que nous affichons des articles de presse pour des fins d'information non commerciales. Si vous êtes le propriétaire de l'article ou d'un rapport et que vous souhaitez qu'il soit retiré, s'il vous plaît nous contacter à hello@landportal.info et nous le supprimerons immédiatement.

Divers articles de presse liés à la gouvernance foncière sont publiés sur le Land Portal chaque jour par ses utilisateurs, à partir de diverses sources, telles que les agences de presse et d'autres institutions et individus, ce qui représente une diversité de positions sur tous les sujets. Le droit est à la source de l'article; la Land Portal Foundation n'a pas le droit de modifier ou de corriger l'article, ni d'endosser son contenu. Pour apporter des corrections ou demander la permission de republier ou toute autre utilisation de ce contenu, merci de contacter le titulaire du droit d'auteur.

Partagez cette page