PM são-tomense diz que pandemia alterou prioridades do executivo | Land Portal
O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe reconheceu hoje que a pandemia da covid-19 "subverteu" as agendas do seu Governo, declarando que "todo o foco" é proteger a saúde das populações.
 
"É verdade que esta doença alterou as nossas vidas, subverteu as nossas agendas, as nossas prioridades, colocando-se no primeiro lugar e todas as nossas atenções, todas as nossas energias, todo o nosso foco está em proteger a saúde das nossas populações", disse o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus.
 
O chefe do Governo falava no ato de lançamento, em Mesquita, a quatro quilómetros da capital, de uma campanha agrícola de longo prazo, estimada em 14 milhões de euros e que tem como objetivo prioritário incentivar a produção agropecuária para fazer face à covid-19.

 

"Alimentação é o primeiro remédio, a barriga não se mantém se o organismo não for alimentado. Por isso queremos garantir a soberania alimentar, queremos que haja fome zero no nosso país, na conjuntura atual", disse.
 
Na perspetiva do primeiro-ministro, combater o novo coronavírus passa pela diminuição da dependência do exterior com a importação de alimentos, "mobilizando os são-tomenses para que regressem à terra".
 
"Essa terra tem potencialidades para alimentar todos os seus filhos. Nos próximos tempos não sabemos o que nos espera, durante muito tempo fomos sendo alimentados na expetativa dos barcos que chegam e hoje tudo isso é uma incógnita", lamentou Jorge Bom Jesus.
 
Para além de fazer face ao impacto da pandemia do novo coronavírus, o programa pretende igualmente garantir a segurança alimentar e nutricional da população são-tomense.
 
"Precisamos agir agora, manter a produção e o fornecimento de alimentos à população", disse, por seu lado, o ministro da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, Francisco Ramos.
 
O governante considerou que é preciso evitar-se a crise alimentar, como consequência dos bloqueios aéreos e marítimos impostos pela covid-19.
 
"Devemos investir na produção local de alimentos, tratando agricultores, provedores de insumos agrícolas, trabalhadores rurais e distribuidores de alimentos como parte de um setor essencial, na linha da frente desta crise", sublinhou Francisco Ramos.
 
O Governo prometeu criar um crédito agrícola com juros bonificados aos agricultores e criadores de animais, garantindo ainda que vai utilizar terras abandonadas para redistribuição "aos jovens interessados em investir na produção local de alimentos".
 
São Tomé e Príncipe tem quatro casos positivos de infeção pelo novo coronavírus. Os infetados estão em quarentena, a serem seguidos por médicos nas suas respetivas residências e não manifestam sintomas da doença.
 
A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 428 mil doentes foram considerados curados.
 
A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
 
Os Estados Unidos da América são o país com mais mortos (26.059) e mais casos de infeção confirmados (609.516) e, por regiões, a Europa somava hoje 85.272 mortos (mais de 1 milhão de casos) e África 874 mortos (16.285 casos).
 
Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa quatro mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Copyright © Source (mentionné ci-dessus). Tous droits réservés. Le Land Portal distribue des contenus sans la permission du propriétaire du copyright sur la base de la doctrine "usage loyal" du droit d'auteur, ce qui signifie que nous affichons des articles de presse pour des fins d'information non commerciales. Si vous êtes le propriétaire de l'article ou d'un rapport et que vous souhaitez qu'il soit retiré, s'il vous plaît nous contacter à hello@landportal.info et nous le supprimerons immédiatement.

Divers articles de presse liés à la gouvernance foncière sont publiés sur le Land Portal chaque jour par ses utilisateurs, à partir de diverses sources, telles que les agences de presse et d'autres institutions et individus, ce qui représente une diversité de positions sur tous les sujets. Le droit est à la source de l'article; la Land Portal Foundation n'a pas le droit de modifier ou de corriger l'article, ni d'endosser son contenu. Pour apporter des corrections ou demander la permission de republier ou toute autre utilisation de ce contenu, merci de contacter le titulaire du droit d'auteur.

Partagez cette page