FAO destaca necessidade urgente de recuperar terras degradadas em África | Land Portal

Foto: © FAO/Luis Tato - Até 65% de terras produtivas estão degradadas na África

Primeiro inventário da floresta e paisagem aponta progresso demorado na restauração das terras degradadas no continente; intensificar esforços para ação climática é parte da recomendação; Semana Climática da África acolhe lançamento do estudo.   

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, FAO, divulgou a edição 2021 da Revista da Restauração Florestal e Paisagística da África. O lançamento ocorreu durante a Semana Climática, que coincidiu também com a Década do Ecossistema das Nações Unidas. 

Barreiras 

ONU

ONU - De acordo com a ONU, entre 1983 e 2013, 20% das terras do planeta foram degradadas.

A Revista recomenda mais ações para aproveitar a oportunidade do continente em devolver a terra à produção sustentável, a proteção da biodiversidade e dos meios de subsistência na luta contra as alterações climáticas. 

O Representante Regional da FAO para a África, Abebe Haile-Gabriel, declarou que o crescente desaparecimento das floresta custam para África uma perda anual de 3% do PIB. Segundo ele, 60% dos Africanos dependem das terras e florestas. 

O especialista declarou que “as paisagens florestais degradadas intensificam os efeitos da mudança climática e são uma barreira à construção de comunidades prosperas e resilientes”. 

Avaliação Sombria 

FAO/Giulio Napolitano

FAO/Giulio Napolitano - Duas em cada cinco pessoas já sentem os efeitos da degradação das terras.
 
A revista indica que mais de 65% da terra produtiva está degradada e a desertificação afeta 45% do território africano. Isto num momento em que a tendência geral desce, com 4 milhões de hectares florestais desaparecendo a cada ano. 
 
As terras secas são cada vez mais vulneráveis às alterações climáticas e o seu restabelecimento é uma prioridade para a adaptação e construção de sistemas alimentares resilientes e sustentáveis. 
 
Os projetos analisados pela FAO têm uma forte dimensão da mudança climática, que não só visam sequestrar o carbono, mas também criar emprego e reduzir a vulnerabilidade das pessoas rurais à insegurança alimentar. 
 
Produção Sustentável 
Foto: Unicef/Kamuran Feyizoglu

Foto: Unicef/Kamuran Feyizoglu - A agricultura familiar é a forma predominante de produção de alimentos nos países desenvolvidos e em desenvolvimento

Para a especialista florestal sénior da FAO, Nora Berrahmouni, estender-se muito além do plantio de árvores, restauração de florestas e paisagens perdidas é de grande benefício à produção alimentar sustentável, construção de resiliência e redução de riscos de desastres. 

Berrahmouni, que é também uma das autoras do estudo, aconselhou os países africanos e parceiros a aumentar os esforços na restauração florestal e de paisagem como solução viável ao aquecimento global. 

Ela acrescentou que embora seja um processo de longo prazo, é uma solução sustentável e voltada ao futuro. 

Terra seca

O continente tem 1 bilhão de hectares de terra seca, dos quais 393 milhões precisam de renovação nas Grandes Áreas Verdes da África. 

A parceria AFR100 comprometeu 31 governos africanos a restaurar 100 milhões de hectares até 2030, e o desafio foi superado. 

Estima-se que a África tenha 132 milhões de hectares adicionais de terras aráveis degradadas, que combinado às mudanças climáticas, tornam milhões mais vulneráveis. 

O relatório identifica propriedade local, apoio político de alto nível e acesso às finanças como cruciais ao sucesso.

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.

Share this page