Fundo da ONU ajuda a reforçar sistemas alimentares para Timor-Leste | Land Portal

Pnud Timor-Leste. Metas da iniciativa metas são diretamente associadas ao Quadro de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas
 

Portugal está entre doadores do mecanismo internacional de desenvolvimento com diferentes agências; doação de US$ 1 milhão deve promover redução do risco de desastres no país lusófono do sudeste asiático. 

Timor-Leste recebeu uma contribuição internacional de US$ 1 milhão do Fundo dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS, para avançar sistemas alimentares e ajudar a reduzir o risco de desastres naturais. 

Três agências das Nações Unidas devem implementar as atividades em parceria com os Ministérios da Agricultura e Pescas e o da Saúde.  

Desnutrição  
A iniciativa quer prevenir e diminuir altos níveis de desnutrição e insegurança alimentar, aperfeiçoar sistemas de alimentos e criar mais resiliência no setor agroalimentar. 

Um terço da população timorense não tem o suficiente para comer, uma das taxas mais altas do sudeste asiático. O governo atua com entidades parceiras para capacitar produtores mais vulneráveis e consumidores, incluindo mulheres e meninas. 

O representante nacional do PMA em Timor-Leste, Dageng Liu, disse que a agência fortalecerá a criação de um sistema nacional de previsão para monitorar a dimensão das crises alimentares.  

Já a Organização da ONU para Alimentação e Agricultura, FAO, levará tecnologias e atividades para reduzir as perdas pós-colheita.  

Mudança  
Por fim, a Organização Mundial da Saúde, OMS, ajudará a promover hábitos alimentares saudáveis  informando consumidores e divulgando programas de mudança de comportamento alimentar particularmente entre mães e crianças grávidas e lactantes. 

Com menos desperdício de alimentos e menos perdas nas colheitas, os produtores poderão lucrar com compras locais e políticas de produção alimentar segura e saudável. 

A ONU em Timor-Leste defende projetos que beneficiem famílias rurais diante da redução das perdas de alimentos e baixa de terra subutilizada, produtividade, água, fertilizantes e renda para os que não podem pagar. 

Consumidores  
A produção agrícola de subsistência é a espinha dorsal da economia de Timor-Leste, fora o setor do petróleo, e emprega 70% dos timorenses.  

No entanto, o país continua dependendo da importação de 40% do total de alimentos que consome. Uma quantidade significativa da produção de alimentos é perdida no pós-colheita antes de chegar aos consumidores. 

Portugal é um dos 13 doadores do Fundo Conjunto dos ODS da ONU juntamente com União Europeia, Dinamarca, Alemanha, Irlanda, Luxemburgo, Mônaco, Noruega, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça e Holanda. 

O representante da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy, disse que o cerne da nova iniciativa é abordar a má nutrição, a segurança alimentar e a baixa produtividade agrícola.  

Trivedy destacou que as metas são diretamente associadas ao Quadro de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, ao contribuir e acelerar o progresso em vários dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 

Copyright © Source (mentioned above). All rights reserved. The Land Portal distributes materials without the copyright owner’s permission based on the “fair use” doctrine of copyright, meaning that we post news articles for non-commercial, informative purposes. If you are the owner of the article or report and would like it to be removed, please contact us at hello@landportal.info and we will remove the posting immediately.

Various news items related to land governance are posted on the Land Portal every day by the Land Portal users, from various sources, such as news organizations and other institutions and individuals, representing a diversity of positions on every topic. The copyright lies with the source of the article; the Land Portal Foundation does not have the legal right to edit or correct the article, nor does the Foundation endorse its content. To make corrections or ask for permission to republish or other authorized use of this material, please contact the copyright holder.

Share this page