Land & Food Security related Blog post | Land Portal
Exibindo 1 - 12 de 126
Community sensitisation meeting
19 Fevereiro 2024
Authors: 
Mr. Simon Peter Mwesigye
Miss Teddy Kisembo
Jordana Wamboga
Aoife Ossendorp
Uganda

As part of a scoping study titled Land Governance for Climate Resilience: A review and case studies from LAND-at-scale projects headed by Richard Sliuzas, Emeritus Professor, University of Twente, GLTN dove into the links between climate and land governance in the ‘’Scaling up community-based land registration and land use planning on customary land in Uganda’’ project. This case study highlights experiences from the community-based wetland management planning approach in Butaleja, Uganda, focusing on how the approach is addressing land governance issues and contributing to community climate resilience.

Reflections on land rights from Aspen Seminar
13 Fevereiro 2024
Authors: 
Dr. Elizabeth Daley
Global

What I learned about land rights from people who don't work in land rights

People are hungry for this knolwedge
9 Janeiro 2024
África
Tanzânia
Global

Traditional Maasai leader and Gender and Land Champion - Peter Sangeyon has become a force for change in his community since taking part in WOLTS training.

I am not afraid to speak up
23 Novembro 2023
África
Tanzânia
Global

Desde que participou do treinamento WOLTS, a defensora de gênero e terra Sindooi está apoiando ativamente os direitos de herança de mulheres e viúvas em sua comunidade.

Foto: UN Women/Flickr
12 Outubro 2023
Authors: 
Amanda Martínez
África
América Latina e Caribe

As agressões à terra, ao meio ambiente e a aniquilação da vida no planeta fazem parte das ações humanas que causaram um dos fenômenos mais catastróficos das últimas décadas: as mudanças climáticas. Os impactos das mudanças climáticas incluem secas, tempestades, ondas de calor terrestres e marítimas, derretimento de geleiras e uma série de impactos sociais, principalmente sobre as sociedades humanas mais vulnerbilizadas desde as invasões coloniais. Após mais de 500 anos de invasão e genocídio, um estudo de 2020 revela que o Norte Global é responsável por 92% do excesso de emissões globais de carbono.

Foto: Maria Eduarda Salomé/Revelar.si
13 Outubro 2023
Authors: 
Revista Amazonas
América do Sul
Brasil

No dia 22 de setembro, um grupo de coletivas e movimentos organizados se uniram em apoio à resistência de Caranguejo Tabaiares Resiste para a reorganização da horta comunitária, que cultivaram com grande esforço durante a pandemia de COVID-19. Essa horta é um símbolo da luta pela autonomia alimentar dessa comunidade que se auto-organiza e resiste por meio de ações que vêm sendo promovidas pelo Coletivo Caranguejo Tabaiares Resiste ao longo dos anos. A horta é memória ancestral, semente, cultivo e cura. Caranguejo Tabaiares é a semente e a raiz das lutas do passado que se projetam no presente. A horta e o trabalho comunitário de cultivo fazem parte de uma batalha para garantir alimentos saudáveis e medicinais nesta comunidade, cuja ancestralidade provém de povos ricos e abundantes. Desde a Revista Amazonas e vários coletivos, nos unimos em apoio e solidariedade as nossas irmãs e irmãos de Caranguejo Tabaiares Resiste.

women land rights campaign chad
9 Outubro 2023
Authors: 
Mr. Neil Sorensen
Chade

Chad is at the verge of an emerging land tenure crisis. As observed in many countries in Africa, formal and customary tenure systems overlap. Customary tenure systems, that generally prevail in rural areas, differ from region to region, with each its own needs and practices. Land conflicts are abundant, caused by degradation and transformation of land surfaces caused by climate change, as well as land investments by domestic investors with disputed legitimacy. Women, particularly, struggle in practice to obtain the same rights to land as men, even though country’s constitution enshrines gender equality.

Burundi scaling.jpg
9 Outubro 2023
Authors: 
Mr. Neil Sorensen
Burúndi

Burundi has the world’s highest hunger score and around 45 percent of the population is affected by food insecurity. The country copes with increasing scarcity of land as a result of increasing population size, returnees and IDPs and climate change. With the majority of Burundians depending on agriculture for their food and livelihoods, land scarcity makes this reliance on agriculture precarious. This pressure on land causes elevated levels of land disputes with over 55% of all court cases being related to conflicts over land. The results of these disputes are often highly uncertain, as land is commonly not registered and no good documentation of ownership or use rights exists.

Fonte: Clima Info
29 Junho 2023
Authors: 
Tatiane Matheus
América do Sul
Brasil

“Lata d’água na cabeça, lá vai Maria (…)  Lava roupa lá no alto e sonha com a vida no asfalto que acaba onde o morro principia”. Passado quase um século do lançamento dessa canção no Brasil, uma em cada quatro mulheres ainda não têm acesso à água tratada ou não é abastecida com regularidade no país, demonstrando que aquele cenário continua para as descendentes daquela e de muitas outras “Marias”. A emergência climática aumenta a vulnerabilidade.

Foto: Matt Briney/Unsplash
29 Junho 2023
Ásia
China

Após as inundações que arruinaram as partes central e sul da China em 1998, Pequim lançou o “programa Grain for Green” (ou “programa de conversão de terras agrícolas em florestas”) para resolver o problema da erosão do solo devido ao desmatamento. No âmbito do programa, as famílias rurais foram compensadas por suas terras agrícolas, as quais foram convertidas em terras florestais. Como resultado da iniciativa, a cobertura florestal chinesa aumentou de 8% em 1960 para os atuais 21%.

3 Fevereiro 2023
Authors: 
Dr. Nieves Zúñiga
África
América Latina e Caribe
Ásia
Global

Há um ano, graças à Rede de Jornalismo de Soluções da LEDE Fellowship e em colaboração com o Land Portal, iniciei um projeto para encontrar histórias em resposta aos danos causados à terra e ao meio ambiente. Durante este tempo, afirmei que comunidades e pessoas ao redor do mundo estão trabalhando para proteger e curar o meio ambiente, mesmo que essas histórias dificilmente cheguem à grande mídia.


 

Foto: Jodie Righos/Unsplahs
11 Janeiro 2023
Authors: 
Helena Silvestre
América do Sul
Brasil

Sim, nós vamos agora conversar sobre utopias. 

Acho melhor começar logo por onde a coisa costuma terminar, assim ganhamos tempo pra gastar com o que seja mais importante. 

Blogues

Debates

Organizações

APqc

Em meados dos 70, pesquisadores científicos dos institutos de pesquisa ligados ás secretarias de Estado da Agricultura, Méio Ambiente e Saúde reuniram-se no auditório do Instituto Biológico, em São Paulo, com o objetivo de fundar a sua Associação de classe. Após inúmeros encontros, em 2 de Agosto de 1977 foi criada a Associação de Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqc), tendo como objetivos a divulgação, o fortalecimento e a defesa dos institutos públicos de pesquisa paulistas, das atividades de pesquisa e de pesquisadores científicos ativos e inativos. 

CNPQ

O CNPq foi criado pela Lei nº 1.310, de 15 de janeiro de 1951, com a denominação de Conselho Nacional de Pesquisas. Na ocasião, o art. 1º, §1º dessa lei atribuiu ao conselho personalidade jurídica própria e o subordinou diretamente à Presidência da República. Posteriormente, a Lei nº 6.129, de 6 de novembro de 1974 transformou o Conselho Nacional de Pesquisas no atual Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e reformulou sua configuração jurídica, atribuindo-o personalidade jurídica de direito privado, sob a forma de fundação.

Adecru - Acção Académica Para O Desenvolvimento Das Comunidades Rurai

A Acção Académica para o Desenvolvimento das Comunidades Rurais (ADECRU) é uma organização da sociedade civil fundada em Outubro de 2007 por jovens estudantes universitários, numa acção mobilizadora entre os seus membros e os demais, constituindo-se como uma pessoa colectiva e de direito privado, dotada de uma personalidade jurídica e sem fins lucrativos, cujo objectivo é impulsionar os focos da consciência cidadã e a agenda de desenvolvimento local, promovendo maior envolvimento e interacção entre os vários actores nacionais e internacionais em prol do desenvolvimento d

Africa Public Service Delivery & Performance Review logo

Africa’s Public Service Delivery & Performance Review (APSDPR) is a journal in the niche area of Public Service Monitoring and Evaluation. The journal is a peer reviewed journal, aimed at the promotion and sharing of knowledge, skills and innovations in government and the wider Public Sector environment in South Africa and abroad.

Agricultural Systems

Agricultural Systems is an international journal that deals with interactions - among the components of agricultural systems, among hierarchical levels of agricultural systems, between agricultural and other land use systems, and between agricultural systems and their natural, social and economic environments. Manuscripts submitted to Agricultural Systems generally should include both of the following:


AU

American University creates meaningful change in the world. With highly ranked schools and colleges and internationally recognized faculty, AU offers a balance between class time and career-advancing experience in Washington, DC, and beyond. Its students, among the country’s most politically active, distinguish themselves for their service, leadership, and ability to rethink global and domestic challenges and opportunities.

Anuario Antropologico

Anuário Antropológico (Anuário Antropológico)

Anuário Antropológico é uma revista semestral do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília (PPGAS/UnB). Publica artigos originais, ensaios bibliográficos, resenhas, críticas e outros textos de natureza acadêmica que apresentem pesquisas empíricas de qualidade, diálogos teóricos relevantes e perspectivas analíticas diversas. A Revista publica textos em português, inglês, espanhol ou francês.Os artigos selecionados pela comissão editorial são submetidos a pareceristas externos em regime de anonimato.

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB é uma instância de aglutinação e referência nacional do movimento indígena no Brasil, que nasceu com o propósito de:

– fortalecer a união dos povos indígenas, a articulação entre as diferentes regiões e organizações indígenas do país;
– unificar as lutas dos povos indígenas, a pauta de reivindicações e demandas e a política do movimento indígena;
– mobilizar os povos e organizações indígenas do país contra as ameaças e agressões aos direitos indígenas.

A Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) é um espaço de articulação e convergência entre movimentos, redes e organizações da sociedade civil brasileira engajadas em experiências concretas de promoção da agroecologia, de fortalecimento da produção familiar e de construção de alternativas sustentáveis de desenvolvimento rural. Atualmente a ANA articula vinte e três redes estaduais e regionais, que reúnem centenas de grupos, associações e organizações não governamentais em todo o país, além de quinze movimentos sociais de abrangência nacional.

El BID trabaja para mejorar la calidad de vida en América Latina y el Caribe. Ayuda a mejorar la salud, la educación y la infraestructura a través del apoyo financiero y técnico a los países que trabajan para reducir la pobreza y la desigualdad.

Biodiversidad

La Alianza Biodiversidad es una plataforma colectiva latinoamericana que reúne a 13 organizaciones y movimientos clave de la región que trabajan en defensa de la biodiversidad.

Bread for the World – Protestant Development Service is the globally active development and relief agency of the Protestant Churches in Germany. In more than 90 countries all across the globe we empower the poor and marginalised to improve their living conditions. Key issues of our work are food security, the promotion of health and education, the access to water, the strengthening of democracy, respecting human rights, keeping peace and the integrity of creation.


Our guiding principles


Últimas notícias

Andressa Cabral Botelho/ISA
26 Agosto 2022
América do Sul
Brasil

Ato Aquilombar 2022, que reuniu mais de três mil quilombolas em Brasília, em defesa dos territórios tradicionais. Foto:  Andressa Cabral Botelho/ISA

Ato Aquilombar e Feira de Sementes e Mudas Quilombolas marcaram o mês de agosto. Saiba essa e outras notícias socioambientais no Fique Sabendo desta quinzena

Compartilhe esta página