Moçambique | Land Portal
F Mira Ilha de Mozambique CC BY-SA 2.0

Moçambique continua lutando com os complexos legados de conflito decorrentes de uma amarga guerra anti-colonial, seguida de décadas de luta civil e da atual insurgência armada em Cabo Delgado. Moçambique é um país fértil e rico em minerais que também é altamente vulnerável aos impactos acelerados das mudanças climáticas. Foi recentemente classificado como o 35º país mais vulnerável e o 24º menos preparado para enfrentar os efeitos da mudança climática. Apesar de ter leis agrárias que consolidam os direitos de terra da comunidade, estas têm se mostrado difíceis de implementar. Há evidências significativas de investimentos empresariais em larga escala na agricultura, mineração e conservação que deslocaram a população rural, prejudicaram a subsistência e alimentaram o descontentamento no campo.

Últimas notícias

Blogs

Debates

Eventos

Biblioteca

Organizações

Southern African Development Community logo

The Southern African Development Community (SADC) was established as a development coordinating conference (SADCC) in 1980 and transformed into a development community in 1992. It is an inter-governmental organisation whose goal is to promote sustainable and equitable economic growth and socio-economic development through efficient productive systems, deeper co-operation and integration, good governance and durable peace and security among fifteen Southern African Member States.


Land Governance Multi-stakeholder Dialogue

The Dutch Land Governance Multi-Stakeholder Dialogue (LG MSD) is a dialogue jointly organized by the Dutch Ministry of Foreign Affairs, companies, financial institutions, civil society organizations and knowledge institutes. Its organizing committee consists of representatives from Oxfam, Both ENDS, FMO, Actiam, APG, Utrecht University and the Dutch Ministry of Foreign Affairs.


Mozambique based local land service providers and consultants

Oikos

Oikos (Oikos)

A Oikos: Família e Sociedade em debate, revista com periodicidade semestral, avaliada como A2 no Qualis Capes, destina-se à disseminação de trabalhos científicos inéditos desenvolvidos na área de conhecimento das Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas que proponham contribuições teóricas, metodológicas e/ou análise empírica que possuam implicações sobre as temáticas Família e Sociedade. São aceitos artigos de diferentes perspectivas epistemológicas que apresentem consistência teórica e metodológica, demonstrando clara contribuição para os debates sobre família e sociedade em suas interfaces com políticas sociais, trabalho, movimentos sociais, questão socil, dentre outros temas correlatos.

Instituto de Investigacao Agraria de Mocambique logo

Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM) é uma instituição subordinada ao Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar e Nutricional (MASA), criada pelo Decreto 47/2004, de 27 de Outubro, do Conselho de Ministros. O IIAM congrega várias áreas de pesquisa agrária e resulta da necessidade de integração de esforços, bem como a racionalização e complementaridade de recursos e acções no tocante à pesquisa, desenvolvimento e disseminação de tecnologias agrárias em Moçambique.


Commonwealth Forestry Association logo

What we do


We are reminded on a daily basis that the natural environment in which we live is vitally important for our well-being, whether it is in the form of climate change, global warming, declining fertility or dwindling natural resources.


iDE is a global effort that spans offices in 14 countries, encompassing 4 social enterprises, employing nearly 1,000 people directly, and indirectly enabling many more through our market-based approaches in agriculture; water, sanitation, and health; and finance. 

Our beliefs are best summarized in a series of simple statements that guide our daily actions.

O IMVF – Instituto Marquês de Valle Flôr é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que acredita no esforço conjunto dos milhões de pessoas que em todo o Mundo procuram promover o desenvolvimento junto das populações mais carenciadas.



Centramos a nossa intervenção nos países de língua portuguesa e assumimos como missão a promoção do desenvolvimento socioeconómico e cultural.



Adecru - Acção Académica Para O Desenvolvimento Das Comunidades Rurai

A Acção Académica para o Desenvolvimento das Comunidades Rurais (ADECRU) é uma organização da sociedade civil fundada em Outubro de 2007 por jovens estudantes universitários, numa acção mobilizadora entre os seus membros e os demais, constituindo-se como uma pessoa colectiva e de direito privado, dotada de uma personalidade jurídica e sem fins lucrativos, cujo objectivo é impulsionar os focos da consciência cidadã e a agenda de desenvolvimento local, promovendo maior envolvimento e interacção entre os vários actores nacionais e internacionais em prol do desenvolvimento d

 Núcleo Académico para o Desenvolvimento da Comunidade - NADEC logo

NADEC é uma pessoa Colectiva de Direitos privados, Sem fins lucrativos, fundada e registrada em 02 de Outubro de 2006, por um grupo de estudantes universitários nacionais, e lançada publicamente aos 29 de Setembro de 2007. É constituída por 16 membros e tem como o Responsável Sr. Hipólito Lourenço Benfica na qualidade de Presidente da Organização. Visão: Uma Sociedade livre de Injustiça em que as comunidades participam activamente na luta contra a pobreza. Missão: Emponderar as comunidades para que participem consistentemente nos processos de desenvolvimento local.

Missão

Defender os direitos e interesses dos camponeses, contribuindo para o desenvolvimento associativo e comunitário, com vista a assegurar a posse e o uso sustentáveis da terra e dos recursos naturais às comunidades rurais.

Compartilhe esta página