| Land Portal | Securing Land Rights Through Open Data

nature reserves

Displaying 1 - 10 of 85
Reports & Research
September 2018
Brazil

A comunidade de Remanso é uma comunidade quilombola, descendentes da família de seu Manoelzinho, que migraram do município de Andaraí para Lençóis. As famílias viviam em um método denominado ‘sistema de morada’, com direito de pequenas roças e, como contrapartida, os novos moradores dão sua força de trabalho não remunerada ao dono da fazenda. Atualmente se auto identificam como quilombolas.

Reports & Research
September 2017
Peru

El Gobierno Territorial Autónomo de la Nación Wampis (GTANW) ejerce su autonomía de hecho, sin expreso dictamen de la normativa interna sino basándose en el Convenio 169 de la OIT. De esta forma ejercen el control de su territorio, la cual una parte está titulada y la otra no; las áreas no tituladas son de uso y ocupación ancestral y que han sido aprovechadas y cuidadas por los Wampis.

Manuals & Guidelines
June 2017
Portugal

A ENCNB é um instrumento fundamental da prossecução da política de ambiente e na resposta às responsabilidades nacionais e internacionais de reduzir a perda de património natural.

Manuals & Guidelines
May 2017
Brazil

Edição nº 99 da Revista do meio ambiente: O que está em jogo na "Economia Verde"

Journal Articles & Books
March 2017
Brazil

Conscientes do colapso civilizacional com que nos defrontamos como espécie humana e inspirados pela Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema é Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida e que tem como lema Cultivar e Guardar a Criação (Gn 2,15), a edição de número 500 da revista IHU On-Line debate o tema que também é assunto central do ciclo de conferências promovido pelo Instituto

Journal Articles & Books
March 2017
Amazonia
Brazil

As Unidades de Conservação cobrem 22% da Amazônia Legal e são uma estratégia eficaz para conservar animais, plantas e serviços ambientais, conter o desmatamento e manter o equilíbrio climático do Planeta.

Manuals & Guidelines
March 2017
Brazil

Este documento apresenta um método de análise econômico-ecológica
de agroecossistemas. O desenvolvimento do método se fundou
na necessidade de dar visibilidade a relações econômicas, ecológicas
e políticas que singularizam os modos de produção e de vida da agricultura
familiar, povos e comunidades tradicionais e que têm sido

Journal Articles & Books
March 2017
Brazil

A ideia de produzir este livro teve origem em um esforço compartilhado por organizações e redes vinculadas à Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) de sistematizar evidências dos benefícios do enfoque agroecológico na gestão técnico-econômica da agricultura familiar, aqui apreendida em suas variadas formas de organização produtiva e expressão identitária.

Journal Articles & Books
October 2016
Brazil

As atividades relacionadas à produção agrícola estão entre as que mais têm gerado impactos sobre o meio ambiente. A produção intensiva é grande consumidora de energia, além de fonte de contaminação da água, ar e solo, por meio, especialmente, de resíduos de pesticidas e de fertilizantes.

Journal Articles & Books
October 2016
Brazil

As atividades relacionadas à produção agrícola estão entre as que mais têm gerado impactos sobre o meio ambiente. A produção intensiva é grande consumidora de energia, além de fonte de contaminação da água, ar e solo, por meio, especialmente, de resíduos de pesticidas e de fertilizantes.

Blogs

Events

Organizations

A Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) é um espaço de articulação e convergência entre movimentos, redes e organizações da sociedade civil brasileira engajadas em experiências concretas de promoção da agroecologia, de fortalecimento da produção familiar e de construção de alternativas sustentáveis de desenvolvimento rural. Atualmente a ANA articula vinte e três redes estaduais e regionais, que reúnem centenas de grupos, associações e organizações não governamentais em todo o país, além de quinze movimentos sociais de abrangência nacional.

O Greenpeace chegou ao Brasil no mesmo ano em que o país abrigou a primeira e mais importante conferência ambiental da História, a Eco-92.

O protesto que marca a fundação da organização por aqui foi uma ação contra a usina nuclear de Angra. Chegando por mar, ao bordo do navio Rainbow Warrior, os ativistas fixaram 800 cruzes no pátio da usina, simbolizando o número de mortos no acidente de Chernobyl.

O Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) é uma organização científica, não governamental e sem fins lucrativos que desde 1995 trabalha pelo desenvolvimento sustentável da Amazônia, de modo a gerar prosperidade econômica, justiça social e a conservação da integridade funcional dos ecossistemas da região.

O principal objetivo do Instituto Humanitas Unisinos – IHU é apontar novas questões e buscar respostas para os grandes desafios de nossa época, a partir da visão do humanismo social cristão, participando, ativa e ousadamente, do debate cultural em que se configura a sociedade do futuro. Para isso, o Instituto assume cinco grandes áreas orientadoras de sua reflexão e ação, as quais constituem-se em referenciais inter e retrorrelacionados, capazes de facilitar a elaboração de atividades transdisciplinares:

We’re a charity founded in 1895 by three people who saw the importance of our nation’s heritage and open spaces and wanted to preserve them for everyone to enjoy.  More than 120 years later, these values are still at the heart of everything we do. We look after special places throughout England, Wales and Northern Ireland for ever, for everyone.

As a charity we rely for income on membership fees, donations and legacies, and revenue raised from our commercial operations.

natural areas association logo

The Natural Areas Association is the only national, non-profit membership organization that is dedicated to the support and advancement of the community of natural areas professionals.

Together, we envision a world where science-based conservation is the bedrock of protecting the beauty and wonder of nature.

 

Our Vision is to be a world-class university committed to scholarly excellence.

Our Mission is to provide quality university education and training and to embody the aspirations of the Kenyan people and the global community through creation, preservation, integration, transmission and utilization of knowledge.

Share this page