A experiência ao nível das políticas em Moçambique destaca a importância do género na disseminação de técnicas de gestão sustentável das terras | Land Portal

Resource information

Date of publication: 
January 2015
ISBN / Resource ID: 
129178
Pages: 
17 pages
Copyright details: 
IFPRI adheres to the basic tenets of the Budapest Open Access Initiative, articulated in 2002 (subject to any applicable third-party rights and or confidentiality obigations). All applicable data are subject to IFPRI’s Institutional Review Board (IRB) guidelines. Copyright © 2013 International Food Policy Research Institute (IFPRI). All rights reserved.

A inovação agrícola é essencial para a satisfação das crescentes necessidades alimentares num clima em mudança. Uma das possíveis vias para o aumento da produção é o investimento nas terras cultivadas por mulheres. Embora a intensifi-cação da agricultura seja a abordagem padrão para o aumento da produção, esforços recentes procuram dar ênfase à gestão sustentável das terras (GST). O modo tradicional de difusão de tecnologias é efetuado através do fornecimento de serviços de extensão agrária, que habitualmente servem primordialmente os agricultores do sexo masculino. Para com-preender melhor o papel do género na disseminação de técnicas de GST, exploramos uma experiência ao nível das polí-ticas, realizada em 200 comunidades no Vale do Zambeze, em Moçambique. Em 2010, essas comunidades foram selecion-adas aleatoriamente, sendo-lhes atribuído um mensageiro do sexo feminino treinado em gestão sustentável das terras, com a missão específica de ensinar técnicas de GST a mulheres. O objetivo era compreender se a colocação de mulheres em posições relacionadas com a extensão ajuda, através da aprendizagem social focalizada, outras mulheres a superar as bar-reiras à adoção de tecnologias. Os mensageiros do sexo feminino podem melhorar a comunicação direcionada às mul-heres, assim como responder melhor às necessidades de informações destas. Utilizando dados de inquéritos de painel real-izados nas áreas experimentais, é possível verificar que, nas comunidades com mensageiros do sexo feminino, a consciên-cia das mulheres em relação à técnica agrícola de micro-bacias hidrográficas aumentou 9 pontos percentuais, em 2012, e a adoção dessa tecnologia aumentou 5 pontos percentuais, em 2013. As complementaridades entre os mensageiros do sexo masculino treinados e os seus colegas do sexo feminino promovem melhorias aos níveis da consciência e da adoção. A descoberta de quais são os aspetos específicos dessas complementaridades entre os mensageiros dos sexos masculino e feminino que conseguem alcançar maiores níveis de adoção de várias tecnologias vai fornecer as informações necessárias para que as políticas possam melhorar a segurança alimentar através da focalização nas mulheres agricultoras.

Authors and Publishers

Author(s), editor(s), contributor(s): 

Kondylis, Florence
Mueller, Valerie
Sheriff, Glenn
Zhu, Siyao

Publisher(s): 

About IFPRI


The International Food Policy Research Institute (IFPRI) provides research-based policy solutions to sustainably reduce poverty and end hunger and malnutrition in developing countries. Established in 1975, IFPRI currently has more than 500 employees working in over 50 countries. It is a research center of theCGIAR Consortium, a worldwide partnership engaged in agricultural research for development.


Data provider

About IFPRI


The International Food Policy Research Institute (IFPRI) provides research-based policy solutions to sustainably reduce poverty and end hunger and malnutrition in developing countries. Established in 1975, IFPRI currently has more than 500 employees working in over 50 countries. It is a research center of theCGIAR Consortium, a worldwide partnership engaged in agricultural research for development.


Geographical focus

Related categories

Share this page