A sustentabilidade ambiental como direcionador estratégico ao processo de reindustrialização no Brasil | Land Portal
GT

Resource information

Date of publication: 
December 2012
Resource Language: 
ISBN / Resource ID: 
1982-3533
Pages: 
19
License of the resource: 

O presente trabalho objetiva apresentar uma proposta de direcionamento político e econômico para a indústria brasileira, voltando-se para um contexto de sustentabilidade ambiental como posicionamento estratégico na competitividade internacional, servindo assim como uma alternativa de combate ao atual processo de desindustrialização no país. O Brasil deveria aproveitar sua liderança em certos ramos sustentáveis como a produção energética e de sua disponibilidade de recursos naturais para redirecionar o processo industrial via uma política econômica que integre a questão ambiental e a necessidade de reindustrializar a economia. Para tanto, a ação do Estado é primordial como indutor e regulador do processo, bem como, sendo um dos principais financiadores deste projeto, conciliando uma nova política industrial ambientalmente sustentável com mudanças na política monetária e cambial, para que a ação possa ser realmente efetiva.

Authors and Publishers

Author(s), editor(s), contributor(s): 

Pedro dos Santos Portugal Júnior
Bastiaan Philip Reydon
Nilton dos Santos Portugal

Corporate Author(s): 
GT
Com o objetivo de proporcionar o debate e a troca de experiência em relação às questões de terra no Brasil e no mundo, o Grupo de Governança de Terras do IE/Unicamp, promove pesquisas, estudos e assessorias no tema, bem como um evento anual sob o mesmo escopo. O Seminário Internacional de Governança de Terras e Desenvolvimento Econômico, em suas diferentes edições, têm proporcionado um espaço plural de discussão, reunindo os principais atores e instituições envolvidos com o tema, promovido importantes debates e discussões sobre tópicos relevantes no âmbito brasileiro e mundial.  
Publisher(s): 
EcoS

Economia e Sociedade tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento da reflexão crítica em temas de amplo interesse nas áreas de teoria econômica, economia aplicada, história do pensamento econômico e história econômica. Desde sua criação, em 1992, a revista acolhe a produção heterodoxa inspirada, sobretudo, pelas tradições de Marx, Keynes, Kalecki e Schumpeter, bem como pela reflexão latino-americana sobre desenvolvimento econômico.

Share this page